Seguidores

24 maio 2012

Cinderelo sem sapato

Mesmo quando Jerry Lewis já tinha começado a dirigir seus próprios filmes, demonstrando ser um autor completo e um dos mais desestabilizadores cineastas do cinema americano, ainda, por questão contratual, trabalhou, durante a primeira metade dos anos 60 com seu mestre Frank Tashlin (Cinderelo sem sapatos, Detetive mixuruca, Errado p'ra cachorro, O bagunceiro arrumadinho). O mensageiro trapalhão (The bell boy, 1959), primeira obra autoral, dá início aos filmes nos quais Lewis é o regente total: O terror das mulheres (The ladie's man, 1961), Mocinho encrenqueiro (The errand boy, 1961), O professor aloprado (The nutty professor, 1963 - para muitos sua obra-prima), O otário (The patsy, 1964 - para mim a sua obra-prima), O fofoqueiro (The big mouth, 1967), entre outros até que pára na década de 70 por problemas de saúde, vindo a    fazer apenas dois ou três filmes nos anos 80.

Cinderelo sem sapato (Cinderfellla, 1960), cuja sequência de dança, magistral, está aqui no vídeo, é uma comédia bem tashliana. No elenco, Judith Anderson, como a madrasta malvada, Henry Silva, Ed Wynn, Robert Hutton, Anna Maria Alberghetti, como a princesa. E figurinos de Edith Head.

3 comentários:

Gilberto Carlos disse...

Jerry Lewis era mesmo engraçadíssimo, mas este filme específico eu ainda não vi. Abraços.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Tashlin era um ótimo diretor. Merece ser valorizado.

O Falcão Maltês

Jonga Olivieri disse...

Excelente cena de uma comédia "exaustivamente" boa!