Seguidores

07 dezembro 2008

Cinema Baiano (8): Mapeamento de sua filmografia


O capítulo sobre o cinema baiano deste domingo pretende dar a conhecer o magnífico trabalho que está sendo realizado pelo DIMAS (Departamento de Artes Visuais da Fundação Cultural do Estado da Bahia) ao fazer um levantamento da filmografia baiana através de um site. Publico o texto que recebi, que dá mais detalhes, e é de autoria de Fabíola Aquino:
"Quer saber mais sobre a filmografia baiana? Além de cineastas consagrados como Glauber Rocha, quem mais você conhece? Agora ficou bem mais fácil saber mais sobre a filmografia baiana que já possui mais de 1.000 títulos identificados. O site http://www.filmografiabaiana.com.br/ trará informações sobre que foi produzido no estado dos primórdios até os dias atuais − tudo em um só lugar e de fácil acesso em qualquer canto do mundo!
No dia 10 de dezembro, dentro da programação das Quartas Baianas, na Sala Walter da Silveira, nos Barris às 20h, será lançado o site Filmografia Baiana, disponibilizando os resultados das pesquisas do projeto Mapeamento Filmografia Baiana para todos os interessados e oferecendo um esquema de busca simplificado e eficiente.

Até o presente momento não existia um registro com tamanha abrangência da produção de cinema e vídeo da Bahia. As iniciativas de mapeamento eram isoladas, e possuíam um recorte temporal ou programático limitado, concentrando-se num determinado realizador, numa época específica ou num determinado tipo de filmes. Além disso, muitas pesquisas de qualidade estão restritas aos centros acadêmicos e são de difícil acesso para os interessados o que agora mudou, basta acessar o site e pesquisar sobre o tema.

Essa é a primeira etapa de um trabalho de catalogação e acessibilidade do Mapeamento da Filmografia Baiana. Nesta fase, foram coletados e publicados na internet informações básicas sobre a maior quantidade possível de filmes produzidos no estado de 1910 até 2008.

Em 2009 será realizada a segunda fase do projeto, quando publicaremos uma documentação aprofundada da Filmografia Baiana vista neste primeiro momento. Nesta segunda fase apresentaremos os créditos completos dos filmes, incluindo também fotos, cartazes, prêmios recebidos, críticas e artigos de jornais, bem como dados sobre a disponibilidade de cópias dos filmes catalogados. Como exemplo do que pretendemos fazer na segunda fase o público terá a documentação completa de quinze filmes disponível no site já em dezembro de 2008. Estes filmes foram escolhidos de modo a contemplar diferentes categorias em períodos diversos da historia do cinema baiano.

Este é um passo necessário para valorizar a memória audiovisual baiana e para aumentar a visibilidade do cinema e vídeo feitos no estado. O primeiro passo foi dado e cabe agora a sociedade partilhar as informações coletadas e oferecidas no site. O Mapeamento da Filmografia Baiana foi desenvolvido de forma alinhada com a Cinemateca Brasileira e seguindo as regras de documentação filmográfica definidas pela FIAF – Federação Internacional dos Arquivos Filmográficos."
ERREI: Recebo uma mensagem de Fabíola Aquino, assessora de imprensa do projeto do mapeamento da filmografia baiana. O texto supra é dela e não de Marta Cabral, como foi publicado. E publico a mensagem dela para maiores esclarecimentos de meus imensos e monstruosos erros:
"Olá Setaro, obrigada por publicar a notícia sobre o site da Filmografia Baiana, mas preciso fazer 2 correções: 1. essa não é uma ação da Dimas, e sim de Laura Bezerra. Faltou o ultimo paragravo da materia.O Mapeamento da Filmografia Baiana contou com amplo apoio de profissionais da área, cinéfilos e instituições como a ABCV – Associação Baiana de Cinema e Vídeo, a Cinemateca Brasileira, a Dimas – Diretoria do Audiovisual, a Jornada de Cinema da Bahia, e teve o apoio institucional do Fundo de Cultura do Estado da Bahia. O projeto foi concebido e coordenado por Laura Bezerra, pesquisadora de cinema e mestre em Literatura e Ciência da Mídia pela Universidade de Tréveris (Alemanha).2. Esse texto é meu, Fabíola Aquino, sou a assessora de imprensa do projeto.Gracias!"

2 comentários:

Jonga Olivieri disse...

Parabéns pelo registro, Professor!
Este é um trabalho realmente digno de nota.

Fabíola Aquino disse...

olá Setaro, obrigada por publicar a notícia sobre o site da Filmografia Baiana, mas preciso fazer 2 correções:
1. essa não é uma ação da Dimas, e sim de Laura Bezerra. Faltou o ultimo paragravo da materia.
O Mapeamento da Filmografia Baiana contou com amplo apoio de profissionais da área, cinéfilos e instituições como a ABCV – Associação Baiana de Cinema e Vídeo, a Cinemateca Brasileira, a Dimas – Diretoria do Audiovisual, a Jornada de Cinema da Bahia, e teve o apoio institucional do Fundo de Cultura do Estado da Bahia. O projeto foi concebido e coordenado por Laura Bezerra, pesquisadora de cinema e mestre em Literatura e Ciência da Mídia pela Universidade de Tréveris (Alemanha).
2. Esse texto é meu, Fabíola Aquino, sou a assessora de imprensa do projeto.
Gracias!