Seguidores

23 outubro 2007

Todo dia ela faz tudo sempre igual

O título, sugestivo, é de uma música de Chico Buarque de Holanda, e o filme é a primeira incursão de Ludmila Olivieri como diretora, como metteur-en-scène. Trata-se de um curta na bitola 35mm, que está sendo realizado como se fosse um longa tal a organização de sua produção. Conta com Elizabeth Savalla como a sua atriz principal.
Ludmila há anos participa de filmes e peças teatrais, além de trabalhar em programas de televisão. Mas Todo dia ela faz tudo sempre igual é a sua oportunidade de mostrar a sua visão de cinema, a sua têmpera como organizadora e regista das imagens em movimento.
Alguém pode sugerir alguma familiaridade com o autor deste blog por causa do sobrenome dela: Olivieri. Sim, apesar de assinar, o bloguista, André Setaro, seu nome todo, na verdade, é André Olivieri Setaro. O que significa dizer que Ludmila é minha prima. E mais não digo, mais não conto.
Apenas sugiro que se faça uma visita ao site dedicado ao filme de Ludmila, onde se pode ter maiores informações:

4 comentários:

Jonga Olivieri disse...

É, quem sabe, minha sobrinha, sua prima Ludmila poderá vir a despontar já nesta realização.
Também espero com ansiedade a sua conclusão. Até porque o que vi de sua direção de arte em "Mona", mostrou a seriedade com que encara um trabalho. Ponto fundamental para um bom trabalho.
Aguardemos, pois...

Ludmila disse...

Fico muito feliz com os comentários de Tio Jonga e André. Feliz e orgulhosa por fazer parte desse nicho artístico Olivieri (mas sem nepotismos, por favor!!!) É muito bom ter o reconhecimento de pessoas queridas! Ainda mais tratando-se de maentes como as de vocês!
André: obrigada pelo espaço e pelo carinho de sempre.. sim! essa produção é uma loucuraaaaa! mas estamos caminhando firmes e fortes na busca do nosso espaço ao sol nesse contexto maluco de mercado cinematografico...
TioDindo: obrigada pela confinaça em meu trabalho... dá pra sentir que faço disso minha vida, né?
um beijo a todos!
da "jovem cineasta"
Ludmila Olivieri

Stela Almeida disse...

O site do curta da jovem cineasta promete o que está por acontecer. Bonito, leve, inspirado.
Tem tudo pra ser um abacate sem caroço!!

Anônimo disse...

Inscreva-se no www.cinepel.com.br/festival

VOCE VAI FAZER DE TUDO PARA PARTICIPAR DESTE FESTIVAL NACIONAL DE CINEMA...

- SÃO 19 (DEZENOVE) DIAS DE EXIBIÇÃO DE FILMES;
- TODOS OS FILMES INSCRITOS SERÃO EXIBIDOS NO FESTIVAL;
- TODOS OS FILMES RECEBERÃO "DIAGNÓSTICO" DA NOSSA COMISSÃO JULGADORA;
- POSSIBILIDADE DE EXIBIR + DE 480 CURTAS;
- SALA DE EXIBIÇÃO COM CAPACIDADE PARA 300 PESSOAS; + EXIBIÇÃO ON-LINE;
- INSCRIÇÃO GRATUÍTA;
- EVENTO PARTICIPANTE DA FENADOCE, FEIRA JÁ CONSAGRADA NACIONALMENTE,
COM PÚBLICO MÉDIO DE 350 MIL VISITANTES; (DE 03 À 21 DE JUNHO 2009)
- SÃO 13 CATEGORIAS DE PREMIAÇÃO;
- OS 13 FILMES VENCEDORES FARÃO PARTE DE UM DVD DISTRIBUÍDO NACIONALMENTE;

NÃO PERCA TEMPO, INSCREVA SEU CURTA AGORA, GARANTINDO A EXIBIÇÃO NO FESTIVAL !

INSCRIÇÃO E MAIS DETALHES, ACESSE: www.cinepel.com.br/festival

1° CINE GRANDES CURTAS
FESTIVAL NACIONAL DE CINEMA DA CIDADE DE PELOTAS
NA FENADOCE 2009
"A DOCE ARTE DO CINEMA"

INFORME:
CINEPEL - ASSOCIAÇÃO PELOTENSE DO CINEMA INDEPENDENTE
PELOTAS / R.G DO SUL
FONE: (53) 3228.9339