Seguidores

31 outubro 2010

Copacabana me engana

Primeiro longa metragem de Antonio Carlos Fontoura (A rainha Diaba), Copacabana me engana, em 1968, traduziu-se numa revelação para o cinema brasileiro. Filmado com lente anamórfica (cinemascope), mas sempre apresentado no Canal Brasil em horrenda tela cheia (full screen), o filme é um retrato da geração de jovens do bairro de Copacabana na década de 60. O elenco é ótimo: Carlo Mossy, que então se encontrava na sua primeira experiência cinematográfica, Odete Lara, Paulo Gracindo, Cláudio Marzo, Joel Barcellos, entre outros.

4 comentários:

O FALCÃO MALTÊS disse...

Parabéns pelo blog.
Já tá linkado no meu blog:

www.ofalcaomaltes.blogspot.com

Abraços,

Andrea Ormond disse...

Verdade, Setaro, e o próprio trailer do filme já diz a que veio. Um momento impactante para mim está na cena da trilogia entre irmãos e a personagem de Odete, Otis Redding tocando, a montagem. A Copacabana cosmopolita dos anos 60, um instantâneo da época.

André Setaro disse...

E é um filme, Andrea, muito bem humorado, com aquele humor bem carioca da zona sul que está em vias de desaparecimento.

Jonga Olivieri disse...

O filme é o retrato de um período do "carioca way of life", se assim podemos dizê-lo.
Mas é pena passa-lo em fullscreen que acaba com qualquer filme!