Seguidores

11 outubro 2009

O Cinema, A Comida, O Comer

Realização do Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre Alimentação e Cultura (NEPAC), com o patrocínio da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal da Bahia em parceria com a Sala de Arte e a locadora Casa de Cinema, a já exitosa mostra O Cinema, A Comida, O Comer tem nova edição neste ano com três filmes já programados: Delicatessen (já para o próximo dia 27 de outubro, com palestra do cineasta José Umberto), Estômago (17 de novembro, com palestra deste blogueiro), e Ratatouille (15 de dezembro). Todos os filmes serão exibidos na Sala de Arte da Ufba (que fica no Vale do Canela).

A coordenadora do evento é a dinâmica Professor Lígia Amparo, estudiosa do assunto e com um livro já publicado sobre o tema. Lotada na Escola de Nutrição, a Professora Lígia vai muito além nas suas pesquisas, principalmente na procura intertextual do relacionamento entre o comer e as manifestações artísticas, principalmente o cinema, que focalizam o processo nutricional como morte, vida, prazer etc, a depender de cada autor e de cada filme.

Delicatessen, dos franceses Marc Caro e Jean-Pierre Jeunet, realizado em 1991, é uma obra insólita, consagrada quando de seu lançamento em escala mundial. Em um futuro apocalíptico, homem chega a um estranho prédio, localizado em cima de um açougue, para procurar abrigo e emprego. Após instalar-se no local, se apaixona pela filha do dono do estabelecimento, mas sua presença começa a incomodar a família da moça - que, na verdade, possui outros e estranhos planos para ele. Primeiro sucesso de Jean-Pierre Jeunet, que anos mais tarde conquistaria o mundo com O Fabuloso Destino de Amélie Poulain.

Estômago (2007), de Marcos Jorge, com interpretação inexcedível de João Miguel, ator baiano, é uma fábula bem humorada sobre a comida, o poder e o sexo. Um dos filmes brasileiros mais interessantes da última safra. Já Ratatouille (2007), desenho animado crítico e inteligente de Brad Bird, aborda a comida como beaux arts e a crítica num ensaio de animação original e surpreendente.

Clique na imagem para vê-la ampliada.

7 comentários:

Carol disse...

Professor,

Faltaram os horários de exibição dos filmes

Carol disse...

Professor,

Faltaram os horários de exibição dos filmes

Jonga Olivieri disse...

Curiosa esta exibição temperada a iguarias. Mas, creio eu, será que alguem pode realizar algo mais excitante do que "La Féte de Babette"?
E ainda bem que o vale é do Canela, pois andar faz bem à digestão...

Mezin disse...

A sessões já tem horário definido, professor? Abertas ao público? Grato.

Tucha disse...

A seleção está exelente, divulgue o horário e o que fazer para assistir. Concordo com vc em relação a Estômago, o filme é interessante. Ficou curiosa para ver os seus comentários.

André Setaro disse...

Falei com a Professor Lígia e ela me disse que os horários ainda não estão definidos, mas devem ficar por volta das 18 horas.

Paulo disse...

Também pensei n'A Festa de Babette. E ainda naquele, O Tempero da Vida