Seguidores

25 agosto 2008

"Os imperdoáveis": o mais apreciado de Eastwood

Os imperdoáveis (Unforgiven, 1992) foi o grande vencedor da enquete sobre alguns filmes de Clint Eastwood. Entre os 40 votantes, 12 deles (30%) votaram neste filme, obra de grande expressividade na qual Eastwood faz uma revisão da mitologia do western. Aliás, o gênero lhe é bem caro, pois começou com os spaghettis dirigidos por Sergio Leone e se aplicou, já como diretor, em Joseph Wales, o fora da lei, O estranho sem nome, far-west meio fantasmagórrico, O cavaleiro solitário. Mas é em Unforgiven (título tirado, aliás, de outro western, O passado me condena, de John Huston, com Burt Lancaster, Lillian Gish, Audrey Hepburn, cujo título em inglês é Unforgiven) que Clint Eastwood atinge a sua plena maturidade. O segundo lugar tem empate entre Sobre meninos e lobos e As pontes de Madison (10 votos, que correspondem a 25%). Gosto muito de As pontes de Madison, que considero um grande momento na carreira de Eastwood como diretor. O terceiro lugar é dividido entre Menina de ouro e Cartas a Iwo Jima (3 votos, 7%). A conquista da honra e Bird tiveram apenas um voto. Mas O mundo secreto não mereceria assim ficar no tracinho, porque um belo filme com Kevin Coster e Laura Dern. Talvez não muito visto, pois na época de seu lançamento, exceção se faça àqueles que já apreciavam Eastwood, o filme passou despercebido da gente fina que frequenta as chamadas salas alternativas, e, assim, lançado em sala de cinemão, não foi conferido. Os alternativos não estão a perceber que grandes filmes podem também sair da indústria, a exemplo de Onde os fracos não têm vez, dos Irmãos Coen, e de Sangue negro, de Paul Thomas Anderson, para ficar em apenas dois exemplos. E há quem diga que a indústria cultural cinematográfica está cada vez mais a se apropriar das formas de expressão do chamado cinema de arte.

5 comentários:

Saymon Nascimento disse...

Em forma de lista fica mais fácil:
1) As Pontes de Madison
2) Os Imperdoáveis
3) Bird
4) Sobre Meninos e Lobos
5) Menina de Ouro
6) Um Mundo Perfeito
7) Josey Wales, o Fora da Lei
8) Cartas de Iwo Jima
9) Bronco Billy
10) O Estranho Sem Nome

Humberto Ilha disse...

Não tive a oportunidade de votar nessa enquete, mas acho que Unforgiven está bem escolhido. Ao lado de outras feras, Morgan Freeman e Gene Hackman a fita foi espetacular. Mostrou mais do que contou. Mas nunca esqueci "Os Guerreiros Pilantras", ao lado de Telly Savallas e Donald Sutherland.
Um abraço do Humberto Ilha.

André Setaro disse...

Boa a sua lista preferencial sobre Clint, caro Saymon, devoto dos bons filmes, amante do bom cinema. "As pontes de Madison" realmente é um belíssimo filme e gostaria de lembrar aquela cena, quase no final, quando Meryl Streep fica em dúvida se desce ou não desce do automóvel enquanto o semáforo indica vermelho. Errei quando coloquei "O mundo secreto", quando o correto é "Um mundo perfeito", o que, sem dúvida, atrapalhou os votantes.

Jonga Olivieri disse...

Votei em "Os imperdoáveis". Até porque qualquer retomada ao gênero (em extinção) é empolgante; ainda mais tratando-se de um filme de tamanha qualidade.
Quanto à nova enquete sobre cinema nacional, acho que flata uma pergunta, na qual me incluiria: "assisto, dependendo do realizador". Todavia, vou ficar com o ítem "... mais badalados", muito embora ache que o termo (badalados) leva a uma dupla interpretação.

Stela Almeida disse...

Caro André Setaro,

As Pontes de Madison e Onde os Fracos Não Tem vez, bem lembrados.

Hoje, em Linguagem Cinematográfica, ao abordar aspectos da estrutura audiovisual dos filmes de Hitch e a chamada para a psicologia da recepção nos cinemas ,vc. mostra que a revisita aos clássicos é pra já.

Tenho certeza que Jonga concorda também.