Seguidores

30 abril 2007

Biblioteca básica do cinema brasileiro


Na visita que faço sempre ao Reduto do Comodoro (http://redutodocomodoro.zip.), blog cult de Carlos Reichenbach, encontrei uma bibliografia essencial sobre o cinema brasileiro que copiei para colá-la aqui. Se é roubo, peço perdão, mas creio que a divulgação da citada bibliografia é importante para todos aqueles que desejam conhecer melhor a nossa cinematografia. Segundo está no reduto, quem lha mandou foi Gustavo Ferreira. A foto ilustrativa do post é de Limite, de Mário Peixoto. Eis a relação dos livros:


INTRODUÇÃO AO CINEMA BRASILEIRO - de Alex Viany - Editora Instituto Nacional do Livro, 1959.

HUMBERTO MAURO, CATAGUASES, CINEARTE - de Paulo Emílio Salles Gomes - Editora Perspectiva / Ed. Universidade de São Paulo, 1974.

CRÔNICA DO CINEMA PAULISTANO - Maria Rita Galvão - Editora Ática, 1975.

BURGUESIA E CINEMA: O CASO VERA CRUZ - Maria Rita Galvão - Editora Civilização Brasileira, 1981.

ESSE MUNDO É UM PANDEIRO - de Sérgio Augusto - Editora Companhia das Letras / Cinemateca Brasileira, 1989.
TRISTEZAS NÃO PAGAM DÍVIDAS - CINEMA E POLÍTICA NOS ANOS DA ATLÂNTIDA - de Mônica Rugai Bastos - Editora Olho d'Água, 2001.

A CHANCHADA NO CINEMA BRASILEIRO - de Afrânio Mendes Catani e José Inácio de Melo Souza - Editora Brasiliense, 1983.

BRASIL EM TEMPO DE CINEMA - de Jean-Claude Bernardet - Editora Paz e Terra, 1978.

70 ANOS DE CINEMA BRASILEIRO - Adhemar Gonzaga e Paulo Emílio Salles Gomes - Editora Expressão e Cultura, 1966.

CINEMA DE INVENÇÃO - de Jairo Ferreira - Primeira edição: Editora Max Limonad, 1986. - Segunda Edição: Editora Lomiar, 2000.

CINEMA MARGINAL (1968/1973) - A representação em seu limite - de Fernão Ramos - Editora Brasiliense, 1987.

CINEMA MARGINAL E SUAS FRONTEIRAS - Organizadores Eugênio Puppo e Vera Haddad - Editado pelo Centro Cultural Banco do Brasil, 2001.

CINEMA, ESTADO E LUTAS CULTURAIS - ANOS 50 / 60 / 70 - de José Mário Ortiz Ramos - Editora Paz e Terra, 1983.

DICIONÁRIO DE CINEASTAS BRASILEIROS - de Luiz Felipe de Miranda - Art Editora / Secretaria de Estado da Cultura, 1990.

ENCICLOPÉDIA DO CINEMA BRASILEIRO - Organizadores: Fernão Ramos e Luiz Felipe de Miranda - Editora Senac, 2000

HISTÓRIA ILUSTRADA DOS FILMES BRASILEIROS - 1929 - 1988 - de Salvyano Cavalcanti de Paiva - Editora Francisco Alves, 1989.

HISTÓRIA VISUAL DO CINEMA BRASILEIRO - de José Carlos Monteiro - Atração Funarte, 1996.

O NEGRO BRASILEIRO E O CINEMA - de João Carlos Rodrigues - Editora Pallas, 2001.

DICIONÁRIO DE FILMES BRASILEIROS - de Antônio Leão da Silva Neto - Editado pelo autor, 2002.

CINEMA BRASILEIRO 1995 - 2005 ENSAIOS SOBRE UMA DÉCADA - Organizador Daniel Caetano - Editora Azougue, 2005.

HUMBERTO MAURO E AS IMAGENS DO BRASIL - de Sheila Schvarzman - Editora da Unesp, 2003.

O CINEMA DA RETOMADA - Organizada por Lucia Nagib - Editora 34, 2002.

CINEMA DE NOVO - UM BALANÇO CRÍTICO DA RETOMADA - de Luiz Zanin Oricchio - Editora Estação Loberdade, 2003.UTOPIA NO CINEMA BRASILEIRO: MATRIZES, NOSTALGIA, DISTOPIAS - de Lúcia Nagib - Editora COSAC NAIFY, 2006.

CINEMA DA BOCA - DICIONÁRIO DE DIRETORES - de Alfredo Sterheim - Editora Imprensa Oficial de São Paulo, 2005.

AS GRANDES PERSONAGENS DA HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO - 1970 - 1979 - de Eduardo Giffoni Flórido e Flávio Leandro de Souza - Editora do Sesc Rio de Janeiro, 2007.

3 comentários:

cabamacho disse...

Setaro,

Limite e' um filme mediocre, e essa lista 'essencial' omite varios excelentes e indispesaveis, como o classico de Glauber Rocha: Revolução do Cinema Novo.

André Setaro disse...

Acho que sei quem você é, 'Cabamacho' (penso em Franciel), mas quem quer que seja, o fato é que 'Limite' é uma obra superior, prima, que não se compara, 'hors concurs' do cinema brasileiro. Não lhe acredito tão medíocre para considerar assim o filme de Mário Peixoto, ainda que não se fique a mitificá-lo, como um Octávio de Faria (de saudosa memória) fazia em seus escritos.
Com todo respeito à bibliografia de Gustavo Ferreira, publicada no Reduto do Comodoro, concordo com 'Cabamacho' quando diz que falta 'Revolução do Cinema Novo', de Glauber Rocha. E, pensando bem, deste mesmo, 'Revisão crítica do cinema brasileiro', que teve recentemente uma nova edição fartamente ilustrada. Vou pesquisar na minha pobre estante. Deve estar faltando outros livros.

Breno Fernandes disse...

Opa! Bibliografia anotada. É sempre bom achar o mínimo de rumo em meio a essa quantidade desnorteante de informação. Acrescentaria, aos chicos de mi tierra, o Panorama de Cinema da Bahia, do próprio Setaro, ainda encontrável na Biblioteca Pública, e que mostra o pioneirismo que já houve aqui.