Seguidores

20 novembro 2011

"Estranho acidente" ("Accident"), de Joseph Losey

Um dos melhores filmes (se não o melhor) de Joseph Losey, o fleumático diretor de tantas obras importantes (O criado, Eva, O mensageiro...), Estranho acidente (Accident, 1967) é um filme admiravelmente construído sobre um argumento que, reduzido às suas significações  mais simples, pretende contar a fantasia sexual vivida por dois professores balzaqueanos de Oxford. Sérgio Augusto, quando era um dos melhores críticos de cinema do país, e escrevia no Jornal do Brasil (o melhor jornal de sua época) disse numa exegese que saiu em 20 de junho de 1969: "Tendo como catalizador da fantasia uma jovem austríaca (Jacqueline Sassard), princesa, aluna e fille fatale, Losey, em Accident, procura exibir o vácuo existencial da aristocracia ou até mesmo fazer uma crítica de costumes com uma ligeira impostação de thriller psicológico. Para se gostar de Accident é preciso responder emocionalmente a toda essa pluralidade de intenção, ao enigmatismo (telúrico) de Rosanlind/Vivien Merchant, (abstrato de Francesca/Delphine Seyrig, (medíocre) de Anna/Jacqueline Sassard, , e desvendar nos seus intermitentes pontos de referência (o jardim e a escada do cottage de Stephen/Dirk Bogard, os carrilhões de Oxford, o sapato de Anna pisando o rosto de William/Michael York, uma das vias de acesso à compreensão de uma obra elaborada como um círculo, que se abre e fecha com um acidente invisível, começo e fim de uma nova experiência (ou pesadelo?) na vida do professor Stephen."

A fotografia é de um artista: Gerry Fischer.

5 comentários:

Jonga Olivieri disse...

E dizer que não me lembro de ter visto este filme.
Que elenco! Vou procurar na web e adquirí-lo, pois o trailer é excelente!
Losey, um excelente realizador, filmou, entre outros, "O assassinato de Trotsky" (1972) com (o grande) Richard Burton no papel do (tambem grande) revolucionário russo em seus derradeiros momentos de vida.

Carla Marinho disse...

Setaro, link indicado nos melhores da semana. http://blogsdecinemaclassico.blogspot.com/2011/11/links-da-semana-de-14-2011.html

abraço

Jonga Olivieri disse...

Gostei muito da "Liga dos Blogues Cinematográficos". Até porque usam a palavra aportuguesada conforme eu defendo!

João de Deus NETTO disse...

Setaro, o JB de domingo na pracinha do Largo da Glória (RJ) antes de pegar praia, já compensava o dia. Lembro do Sérgio Augusto, e por um momento (aviso) tinha esquecido do José Carlos Avelar e suas implacáveis exigências técnicas rs rs. O JB deixou , para sempre, um vazio no jornalismo brasileiro. Me deliciava até com(quem diria!) a coluna do Apicius!
Mas o melhor dia pra pegar uma tela no Rio, pra mim, era segunda-feira. Ainda encontrei o Cinema Paissandu no auge.
Abraço e, mais uma vez. obrigado pela visita ao Blog CinemaScope.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Um grande filme. Losey sempre vale a pena. Revi um dia desses CIDADÃO KLEIN e fiquei encantado.

O Falcão Maltês