Seguidores

30 novembro 2010

Mario Monicelli, com câncer, pula a janela do hospital e morre

Morreu Mario Monicelli. Aos 95 anos, ainda em plena atividade, veio a descobrir que estava com um câncer no pâncreas e, internado num hospital, inconformado com o sofrimento, pulou a janela e se espatifou no chão. Suicidou-se, portanto. Monicelli, ainda que não faça parte do pódio dos gênios italianos do cinema (Fellini, Visconti, Antonioni, Rossellini), foi responsável por alguns filmes inesquecíveis. Destacaria, em primeiro lugar, a paródia Os eternos desconhecidos (I soliti ignoti, 1958), com Vittorio Gassman, Renato Salvatori, Claudia Cardinale, Totó, entre outros, uma deliciosa comédia à la italiana. Mas quem, de sã consciência, pode esquecer de Os companheiros, Guardas e ladrões, O incrível exército de Brancaleone, A grande guerra, Pais e filhos, Donatella? Vejam um momento precioso de Os eternos desconhecidos em meu outro blog Momentos da arte do filmehttp://setaroandreolivieri.blogspot.com/

2 comentários:

Jonga Olivieri disse...

Este filme (Os eternos desconhecidos) é memorável e inedquecível.
Mas filmes como 'Brancaleone' e outros povoaram a nossa mente com um lado pitoresco e bem humorado deste grande diretor que desaparece de forma tão trágica...

... disse...

Setaro, se ler este comentário, diga por favor porque não se divulga, não se escreve sobre o estupendo filme de Monicelli que é I Compagni (Os Companheiros)?
Um abraço