Seguidores

16 maio 2010

"Artistas e modelos", de Frank Tashlin

Eis aqui o the end de Artistas e modelos (Artists and models, 1956), de Frank Tashlin, quando Jerry Lewis, ainda em parceria com Dean Martin, começa a demonstrar ser um comediante de gênio. Este momento final apresenta a habilidade e a dinâmica de Tashlin, um importante comediógrafo do cinema americano hoje esquecido pela banalidade das coisas. Reparem, por exemplo, a panorâmica que, saindo dos dois casais, mostra um bolo de casamento, e, em movimento inverso, já os focaliza casados. Comecei a gostar de cinema vendo filmes assim na gloriosa década de 50 e ainda de calças curtas.


5 comentários:

Sergio Andrade disse...

A panorâmica que sai dos casais, vai para o bolo e volta para eles é genial mesmo. Aparentemente não houve corte. Grande Tashlin!

Um abraço.

André Setaro disse...

Quelle joie de vivre!! Um cinema ingênuo e encantador, que deliciava e fascinava.

Jonga Olivieri disse...

E pela pureza que nos arrepia e quase nos leva às lágrimas...
Pela emoção ingênua. Tão ingênua quanto a comicidade de Lewis, então, e, em última instância tentando ser abafada pelo 'mafioso' Dean Martin.
Mas, quem ficou? O quê ficou?!

Jonga Olivieri disse...

Encanta-me este final... De uma época em que a sociedade estadunidense ainda apostava em um pouco de sua visão auto-idealizada mas que se esvaia com o Macartismo e a Guerra na Coréia... A primeira de suas guerras sujas...

'The dream was ended!'

Ѽ .*☆. florzinha .*☆. Ѽ disse...

olá achei seu blog procurando livros do Winston graham.
Li Marnie e gostaria de saber se tem continuação.
Tenho um blog de livros passa la pra dar uma olhadinha ficarei muito feliz com sua visita.

bjs ate mais.