Seguidores

20 setembro 2009

DENÚNCIA GRAVE

Não sei se são todos, é bom que se diga logo, mas a maioria dos filmes exibidos em versão digital não respeita o formato original. Se em cinemascope, as laterais são podadas em função do enchimento criminoso da tela. Se em outro formato, tipo widescreen, há uma tentação diabólica para apresentar o filme em tela cheia (full screen). Como se faz, criminosamente, na televisão paga. Quase todos os canais que exibem filmes massacram o formato (Universal, AXN, Fox, Warner...) e a única que o respeita, mesmo assim em alguns, é o Telecine Cult. Também agora verifico que as cópias em dvd cometem a mesma intromissão indevida contra a integridade da obra cinematográfica. A Europa (entre outras) é uma campeã na destruição dos filmes (Menina de ouro, de Clint Eastwood, está irreconhecível no dvd espúrio lançado pela Europa).
Evito ver filme em versão digital para não sofrer o constrangimento de ter que sair incontinenti da sala de projeção.
Fica o aviso amigo e a denúncia necessária. Que os amantes do bom cinema abram bem os seus olhos.

5 comentários:

Jonga Olivieri disse...

Isto é uma coisa que tem me preocupado bastante.
Outro dia estava a assistir "Il Sorpaso" de Dino Risi com o imortal Vitorio Gassman, quando, logo nos letreiros iniciais não podia ler os créditos e de repente surgia: "...atherine Spaa...".
Tive que diminuir a tela (ainda bem que existe este recurso e reiniciar o filme. Mas fiquei pau da vida porque era como se eu estivesse na última fila de um cinema tipo o São Luiz...

Stela B. de Almeida disse...

Denúncia aprovada, ainda não precisei sair incontinenti da sala escura mas... outro dia na chamada sala de arte do Itaigara tive a impressão que o problema era outro, a tela fica na entrada da sala e a platéia no andar superior, o filme totalmente achatado, comprimido, espremido, sem que pudéssemos apreciar O Almoço em Agosto. Cruzes!

Fred Burle disse...

Também não entendo o porquê de maltratarem tanto os filmes, quando migrados para o formato digital.
Isso quando não mexem na fotografia, além do formato de tela.
Uma lástima.
E nós, quando não conseguimos ver o filme no cinema, ficamos à mercê de tais desrespeitos.

Anônimo disse...

Olá,
Parabéns pelo Blog....gostaria de convidá-lo a visitar o nosso....minervapop.blogspot.com
Valeu!
Anselmo - SP

André Setaro disse...

Jonga, "Il sorpasso", além do mais, não é em cinemascope. Também nos filmes "standard", como é o caso do de Dino Risi, há uma tendência de 'espichar' o filme para encher a tela de um aparelho de televisão. E se perde as bordas do enquadramento, ainda que não tão intensamente como nos filme originariamente em cinemascope.

Por outro lado, há muitas distribuidoras de dvd que colocam o filme com o enquadramento em sua integridade. É o que chamam de 'widescreen', que muito gente confunde com cinemascope.

Romero Azevedo contou que viu 'Derzu Usala', de Akira Kurosawa, que é em cineascope, na televisão em tela cheia. Há um plano no qual, de noite, na montanha, dois personagens conversam sentados diante de uma fogueira. Um se encontra do lado esquerdo e o outro do lado direito. Na exibição televisa, apenas aparece o fogueira e se ouve as vozes da conversação.