Seguidores

24 dezembro 2008

A beleza e a explicação da beleza

A bela Kim Novak completou, neste 2008 que já se encontra no ocaso, 75 anos (1933/2008). O tempo, decididamente, é muito cruel. Ó tempo, suspende o teu vôo!

9 comentários:

Jonga Olivieri disse...

Kim Novak. A beleza misteriosa, o sorriso "monalísico"... não foi à toa que Hitch descobriu nela um filão, um verdadeiro achado para o seu personagem em "Vertigo".

Jonga Olivieri disse...

E nosso Federico, o Fellini dispara na frente com 18 votos (às 16:47h de 24/12/2008).
Mas a pergunta é clara: "... qual o seu preferido". O que não quer dizer que os outros não sejam também gigantes do cinema.
Antonioni (em segundo) e Visconti empatado com Bertolucci em terceiro. DeSica e Rosselini (até pela distância no tempo) em quarto. E, pena, mas Dino Risi sem nenhum voto. Por enquanto...

André Setaro disse...

Votei em Federico Fellini, embora tenha grande admiração por todos da lista. Antonioni realizou um dos meus melhores filmes, A aventura, e Visconti, Rocco e seus irmãos. Talvez o de menor estatura seja Dino Risi, apesar de grande. Naquela época, o cinema italiano vivia cheio de gênios e os considerados de segundo time eram também excepcionais, a exemplo de Mario Monicelli, Florestano Vancini, Valerio Zurlini, entre tantos outros.

André Setaro disse...

Votei em Federico Fellini, embora tenha grande admiração por todos da lista. Antonioni realizou um dos meus melhores filmes, A aventura, e Visconti, Rocco e seus irmãos. Talvez o de menor estatura seja Dino Risi, apesar de grande. Naquela época, o cinema italiano vivia cheio de gênios e os considerados de segundo time eram também excepcionais, a exemplo de Mario Monicelli, Florestano Vancini, Valerio Zurlini, entre tantos outros.

Maurício Tavares disse...

Setaro acho Kim Novak um pouco gorda pra você ver como a beleza é relativa. acho que preferiria fazer sexo com Tião Macalé. abraço.

André Setaro disse...

Gosto não se discute, Maurício!

Armando Maynard disse...

Me lembro da bela e talentosa atriz Kim Novak no filme de Alfred Hitchcock "Um Corpo Que Cai" de 1958, um dos primeiros filmes a usar o formato 'vistavision', onde os fotogramas eram projetados com a película "correndo deitada". No Brasil o mesmo foi projetado em formato normal, ou seja, em 35mm. com os fotogramas projetados "em pé". Um abraço,bom ano e bons filmes, Armando - fetichedecinefilo.blogspot.com (conheça o blog: www.recomentarios.blogspot.com)

Femme disse...

Há um site que achei na net que tráz assuntos relevantes a beleza tais como dicas e notícias. Aí vai: http://www.ziipi.com/result?pesquisa=beleza

LUCIA TAVARES LEIRO disse...

A primeira vez que vi Kim Novak em um filme foi nos anos 70 (muitos filmes dos anos 50 passavam na "sessão da tarde") no filme MELODIA IMORTAL (The Eddy Duchin Story, 1956) e lembro-me que minha mãe falava dele muito bem. Alás muitos filmes dessa época assisti graças aos seus comentários. Como qualquer adolescente, fiquei fascinada por Tyrone Power e suas sobrancelhas cerradas e olhar fulminante. Kim Novak fazia o papel da Sra. Duchin e tinha uma beleza marmórea ou, como preferem alguns, "glacial". A sua beleza me impressionou. É uma beleza que chega a doer, mas em relação ao seu desempenho como atriz, ainda preciso de mais tempo para vê-la em outras performances. Revi há pouco tempo o filme PICNIC (1955) e é gritante como a indústria cinematográfica explorou a sensualidade e a beleza de Kim Novak! A cena em que ela dança com William Holden é simplesmente fantástica e muito sensual. Na verdade, o filme gira em torno dele.

Sobre a velhice e as mulheres, essa relação é muito cruel, pois a beleza está ligada à juventude. Nos homens de meia-idade ou velhos, ainda cabe um papel de um bem-sucedido executivo, à la Redford, tem até papel para eles no gênero aventura, claro que com apoio dos efeitos, (Rambo, Indiana Jones, Rocky, etc) mas nas mulheres o tempo as torna assexuadas e nesse aspecto os "efeitos" parecem não ajudar muito. Raros papéis como o de Diane Keaton em ALGUÉM TEM QUE CEDER (Something's Gotta Give, 2003,) em que faz par romântico com Nicholson e Reeves (abençoada!), são mostrados. E cá entre nós que mulher aos 50/60 não gostaria de um Reeves apaixonadíssimo por elas? Mas ela opta pelo enfartado Nicholson... inteligente.

De fêmeas desejadas a fêmeas execradas é só uma questão de... TEMPO. Que as Keatons nos socorra!!