Seguidores

31 agosto 2006

GLENN FORD


Quase quatro meses depois de ter completado 90 anos, o legendário ator de cinema Glenn Ford vem a falecer há poucos dias atrás. Quem é cinéfilo e viveu, vendo filmes, durante os anos 40, 50, e 60, não pode desconhecê-lo, pois uma presença constante nas telas por várias décadas. A nova geração é bem provável que não saiba de quem se trata, considerando que não há mais cinefilia, segundo artigo de Paulo Emílio Salles Gomes, que escreveu, decretando a morte da cinefilia (conforme, inclusive, um artigo meu postado neste blog) sobre o assunto, e ressaltando que a última geração de cinéfilos é aquele nascida em torno de 1950. Este ensaio (muito mais do que um artigo é um ensaio), que tenho num edição da revista Filme/Cultura, algum dia ainda pretendo publicá-lo aqui mesmo. Mas estou falando de Glenn Ford, do grande Glenn Ford. Estou sem tempo para comentar alguns de seus filmes inesquecíveis, mas poderia citar, assim de memória, e a jato, Gilda (1946), de Charles Vidor, no qual trabalhou ao lado de Rita Hayworth, Sementes da violência (Blackboard jungle, 1955), importante filme de Richard Brooks em que Ford faz um professor de bairro periférico que tem de enfrentar um aluno rebelde interpretado por Sidney Poitier, Papai precisa casar (The courtship of Eddie' father, 1963), excelente comédia de Vincente Minnelli, Os corruptos (The big heat, 1953), de Fritz Lang, Cimarron, entre muitos outros. Nasceu em 1916. Mais um que se vai a deixar o cinema quase órfão.

3 comentários:

Luciano disse...

Uma grande perda para o cinema, 3:10 to Yuma é um dos grandes western em que trabalhou.

Roberto Queiroz disse...

Apesar de ter vivido bem mais do que a média entre os grandes astros, sempre que perdemos um grande talento fico com a impressão de que ele ainda poderia ter nos dado muito mais. Outra grande perda para o mundo do cinema. Abraços do crítico da caverna cinematográfica.

Ricardo disse...

Eu vi desse ator: Gilda, Os Amores de Carmen, Os Corruptos, Casa de Chá do luar de agosto, Gatilho relâmpago, Ao despertar da paixão, 1976 - Midway (Midway) Superman - O Filme, eu vi também um filme dele que não me recordo o nome, era um ex-corredor que já havia ganha um importante corrida duas vezes, e não queria deixar uma garrota participar da mesma corrida, acho que o filme era meio que de comedia?